Craque segue com situação indefinida e vai deixar o Benfica de graça em 2023 

Por:

//

Responsável da secretaria técnica dos ingleses para a América do Sul assume que o argentino estava referenciado como alternativa a Bernardo Silva.

Joan Patsy, responsável da secretaria técnica do Manchester City para a América do Sul, revelou, esta terça-feira, que o nome de Enzo Fernández estava referenciado pelo clube face à possível saída de Bernardo Silva para o Barcelona.

O dirigente explicou, em entrevista concedida à rádio espanhola Cadena SER, que o internacional português só não rumou a Camp Nou porque o conjunto catalão não colocou, em cima da mesa, “o dinheiro” exigido para o libertar.

“Toda a gente pode sair do nosso clube. Se Bernardo disser que quer sair para o Barcelona, sairá se o Barcelona pagar o dinheiro que pedimos. E, se amanhã acontecer o mesmo com o Julián [Alvaréz], também”, começou por dizer Joan Patsy.

“Bernardo Silva não assinou pelo Barcelona porque o Barcelona não conseguiu realizar a operação financeiro. Mas já tínhamos jogadores referenciados”, acrescentou, antes de abordar o caso específico do argentino, que trocou o River Plate pelo Benfica.

“Podíamos ter contratado Enzo Fernández, mas o que é que faríamos tendo já Gundogan, Bernardo e Rodri no plantel? Ele custava-nos menos do que custou ao Benfica, mas não tínhamos lugar para ele e sabíamos que não iria jogar”, completou.

About Sabatian

Sebastian Augusto é editor-chefe do Today News Sport, desde 2020, responsável pela curadoria de conteúdos para Portugal e Brasil. É especialista em no futebol da liga portuguesa. Realizou curso de SEO content e holístico com o jornalista brasileiro Igor Juan, correspondente do Metrópoles em Brasília e CEO do Jornal Correio do Interior.

Leia também