DESPORTO

Ficamos sem palavras que Roger Schmidt deixou para FC porto

Publicado:

Schmidt
© Getty Images
Publicidade

Schmidt sorridente: “Ao intervalo disse que tínhamos de jogar à Benfica”

As declarações de Roger Schmidt, aos microfones da BTV, depois da vitória do Benfica diante do FC Porto (1-0), em jogo disputado no Estádio da Luz.

O que disse à equipa ao intervalo: “Disse que tínhamos de jogar mais à Benfica. Que tínhamos de jogar com outra intensidade e de colocar mais velocidade na bola. Os movimentos… Mais jogadores na grande área para fazermos melhor.

Publicidade

Estivemos melhor. A segunda parte foi diferente. Nunca é tarefa fácil quando está 0-0 e ainda mais contra uma equipa como o FC Porto. Continuaram a ser perigosos no contra-ataque e nas bolas longas. Mas a equipa mostrou muita concentração e disciplina e paciência para esperar pelo momento decisivo. Marcámos um golo e merecemos vencer. É muito importante.”

Neres e Di María na mesma equipa: “Jogamos sempre futebol de ataque. É sempre uma questão de equilíbrio. O David esteve muito bem contra o Portimonense e está numa boa forma física. Mereceu ser titular hoje, tal como os outros. Mostrou boa ligação. Não é um problema jogar assim, mas tudo é possível.”

Longo caminho pela frente: “Nos duelos diretos consegues sempre ganhar pontos aos rivais diretos pelo título. FC Porto, Sporting, Sp. Braga… Na Liga portuguesa as equipas de topo não perdem muitos pontos contra as outras equipas, portanto é muito importante ganhar pontos nestes duelos diretos.”

Publicidade
Publicidade