Última Hora: Sporting surpreende e ganha mais dois reforços

Por:

//

Em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto, Manuel Fernandes, antigo avançado dos verde e brancos, antevê um futuro radiante para o jovem que se estreou no domingo no dérbi frente ao Benfica.

Ainda assim, a figura dos leões garante que Chermiti ainda tem muito para provar.

O jovem Youssef Chermiti estreou-se no passado domingo pela equipa principal do Sporting, sendo opção para Rúben Amorim na reta final do dérbi frente ao Benfica (2-2). O jogo na Luz marcou ainda os primeiros minutos do avançado na presente época, ele que recuperou há pouco tempo de uma pubalgia.

A noite foi certamente de sonho para Youssef Chermiti, sobretudo depois de Rúben Amorim, após o duelo frente ao Benfica, ter dito que o jovem, de 18 anos, “é o avançado do Sporting”, prometendo não contratar nenhum homem para o ataque neste mercado de janeiro se Chermiti prolongar o vínculo com os leões – atual é válido até 2024.

Em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto, Manuel Fernandes, antigo avançado do Sporting, analisou a estreia de Chermiti pela equipa principal dos verde e brancos, antevendo um futuro muito radioso para o jovem que chegou ao clube de Alvalade aos 12 anos. Sobre o jogo, o ex-jogador diz não se ter mostrado surpreendido com a opção de Rúben Amorim em utilizar o atleta formado em Alcochete.

“Não fiquei surpreendido porque já sabia que o Rúben Amorim via no Chermiti uma aposta para o futuro. O que me surpreendeu foi ele jogar pouco depois de recuperar de uma lesão. Esteve afastado muito tempo. Teve uma pubalgia e reapareceu agora. Foi o primeiro jogo oficial que fez esta época. Mas atendendo às caracterizas do jogador, Rúben Amorim achou que o Chermiti podia ser importante. Ele gosta de jogar na profundidade. Até nem entrou mal e podia ter feito o golo da vitória”, começou por dizer o ex-jogador, que já ocupou o cargo de coordenador de scouting no clube de Alvalade.

Questionado sobre se o Sporting deve contratar outro avançado neste mercado de janeiro, Manuel Fernandes apontou Rodrigo Ribeiro e Youssef Chermiti como grandes opções para o plantel principal.

Manuel Fernandes mostrou-se ainda surpreendido com as palavras recentes do pai de Youssef Chermiti. Noureddine Chermiti, pai e representante do jovem, garantiu que a renovação é do interesse de ambas as partes, e que o processo até já está a decorrer, mas lembrou que o “dinheiro fala mais alto”.

“O Rodrigo Ribeiro e o Chermiti são dois jogadores totalmente diferentes, embora ainda sejam jovens. O Chermiti tem contrato até 2024, mas o que estranhei foi a conversa do pai dele esta semana. Fiquei surpreendido com o que ele disse”, atirou o antigo avançado dos verde e brancos, aflorando a ideia.

“Não sei se é ou não uma pressão sobre a SAD do Sporting, isso não é um problema meu. O que eu acho que é ele não devia ter dito isso. Não devia ter falado nisso, porque o filho dele ainda não mostrou aquilo que é preciso, o Chermiti ainda não tem uma carreira feita para o pai dizer essas coisas. Eles lá sabem melhor do que eu. O mais importante é ele mostrar-se para justificar o dinheiro que vai ganhar. E ainda não mostrou isso”, vincou o ex-jogador.

Confrontado com o que Rodrigo Ribeiro e Youssef Chermiti podem oferecer de diferente ao que Paulinho dá à equipa de Rúben Amorim, Manuel Fernandes destacou o facto do ex-Sporting de Braga encaixar ‘que nem uma luva’ no sistema tático idealizado pelo treinador para a formação verde e branca.

“O Paulinho dá muita coisa. O Chermiti tem uma passada mais forte quando jogam contra equipas que não jogam com um bloco baixo, essa é uma característica boa de se aproveitar. Mas penso que o Paulinho neste molde de Rúben Amorim é insubstituível. Ele dá sequência ao jogo, tem outra maturidade. É diferente dos demais. Mesmo o Rodrigo Ribeiro é um jogador totalmente diferente. Quer o Rodrigo, quer o Chermiti são muito jovens. Ainda não mostraram nada. Têm de fazê-lo para depois merecerem um contrato como deve ser”, prosseguiu Manuel Fernandes, voltando a tocar no assunto das declarações do pai de Chermiti:

“Ao fim ao cabo, ainda não se viu bem nada. É que não foi o miúdo que o disse, foi o pai dele que afirmou que o dinheiro fala mais alto. Ele não devia ter falado em dinheiro, para o miúdo não é bom.”

Manuel Fernandes apontou ainda Rodrigo Ribeiro e Youssef Chermiti como duas grandes opções para o futuro, mas salientou que os dois jovens vão ter de correr muito para poderem ser opção a titular com Rúben Amorim.

“Eu já vi o Rodrigo Ribeiro a jogar no campo do Manchester City, num jogo da Liga dos Campeões. É um jogador que tem personalidade e que joga à vontade. Mas quando se tem 18 anos naturalmente que não somos o mesmo jogador. Eu também já tive essa idade e não era o mesmo que fui. Depois dos 18 anos, tive de demonstrar que merecia fazer a carreira que fiz. Ele são jovens que ainda estão à procura de fazer uma carreira. Espero que eles sejam felizes, porque o Sporting precisa deles com toda a certeza”, terminou.

About Sabatian

Sebastian Augusto é editor-chefe do Today News Sport, desde 2020, responsável pela curadoria de conteúdos para Portugal e Brasil. É especialista em no futebol da liga portuguesa. Realizou curso de SEO content e holístico com o jornalista brasileiro Igor Juan, correspondente do Metrópoles em Brasília e CEO do Jornal Correio do Interior.