Sporting vai despachar capitão do plantel principal

Por:

//

Leões queriam ver-se livres do jogador, mas resposta foi negativa. Salário elevado e pouca utilização na origem da tomada de posição.

O Sporting tentou despachar Carlos Ruesga. Ao que o nosso jornal apurou em exclusivo, os leões ofereceram-se para pagar três dos seis meses do vínculo que o espanhol ainda tem com o Clube de Alvalade. Porém, a resposta do antigo capitão do andebol verde e branco foi negativa.

Na origem desta tomada de posição dos responsáveis leonino estão dois fatores. O primeiro é o elevado salário de Ruesga, que, apesar de reduzido o seu vencimento na última renovação (julho de 2022) com os leões, ainda aufere uma verba considerada elevada pelo Sporting.

O segundo é a pouca ou quase nenhuma utilização do espanhol no conjunto de Ricardo Costa. É que Natán Suárez é dono e senhor da posição, não deixando grande espaço a Ruesga. Mesmo em situações em que Natán está excluído ou a descansar, são raras as situações em que o técnico verde e branco aposta no antigo internacional espanhol.

André José regressou ao … estaleiro

Para a posição de central, Ricardo Costa só tem à sua disposição Natán Suárez e Carlos Ruesga. André José – uma das maiores promessas do andebol nacional – regressou de uma lesão grave, mas, para infortúnio do próprio e dos Sportinguistas, voltou ao estaleiro e está fora para o resto da temporada.

Esta temporada, Carlos Ruesga, de 37 anos, leva apenas 17 golos, bastante abaixo dos 137 da última época.

O espanhol chegou ao Sporting em 2016. Desde então, Ruesga realizou 286 jogos, marcou 846 golos e conquistou dois Campeonatos Nacionais (2016/17 e 2017/18), uma Taça de Portugal (2021/22) e uma Taça Challenge (2016/17).

About Sabatian

Sebastian Augusto é editor-chefe do Today News Sport, desde 2020, responsável pela curadoria de conteúdos para Portugal e Brasil. É especialista em no futebol da liga portuguesa. Realizou curso de SEO content e holístico com o jornalista brasileiro Igor Juan, correspondente do Metrópoles em Brasília e CEO do Jornal Correio do Interior.

Leia também